quarta-feira, 11 de agosto de 2010

57. Maratón del Bicentenario

Local: Plaza de Armas - Asunción - Paraguay
Data: 08/08/10 - Largada: 07 h - Clima: 19ºC Sol
Nro.: 473 - Peso: 76 kg - Tênis: Asis Nimbus 11
Percurso: 42,195 km - Altimetria: Alta
Fotos: http://www.maratondelbicentenario.com/





















VIVA el Paraguay ! Neste final de semana corredores de 22 nações desembarcaram em Assunção para participar da Maratona do Bicentenário de Independência do Paraguai. Um grandioso evento esportivo, com todo apoio popular e com a presença das principais autoridades, inclusive do presidente Fernando Lugo. Dos estrangeiros, os brasileiros era a maioria e a nossa comitiva do Vale representada por: Este que vos escreve nos 42k; Gerson (estreante), Vanderléia e Solange nos 21k; Diego nos 10k; Leiliane, Margarida e Bruno no staff. Todos hospedados no QG dos brasileiros: Hotel El Chaco, no centro comercial e político da cidade, local estratégico, entre a ExpoMaraton e a largada. Aonde conheci alguns corredores do Fórum Runner Brasil e fui vizinho de quarto dos quenianos (mas deu Brasil !).

Era sair do hotel e pisar na rua Palma, a principal do comércio da capital. Sabádo de compras e andanças, tentei descansar no final da tarde, mas já as 18h começava o evento na ExpoMaratón e em seguida seria o jantar de massas. Tudo bem simples, mas com excelente tratamento e cortesia. Assistimos os vários shows de danças típicas e jantamos um macarrão frio de pouco molho e frutas. Próximo ao encerramento, as 20h, uma cantora famosa animou os corredores e os brasileiros queriam esticar a festa pra noite toda. Quase fizeram um forrozão e cancelaram a maratona rs... Pra encerrar o sabádo, queima de fogos, muitas risadas e cama.

Domingão amanheceu frio, mas com cara que ia esquentar. Fomos até a largada na caminhada e a cada esquina mais corredores aparecendo, cada qual com a camiseta na cor correspondente a sua distância. Na hora da largada, com a divisão das baias por cor, uma imensa bandeira do Paraguai se formou: vermelho para os 42k, branco para os 10k e azul para os 21k. Presidente Fernando Lugo deu a largada e parti tranquilamente para uma jornada planejada de 04:12:00, pace de 6min/km, minha meta, meu objetivo.


A corrida flui fácil, tento ir bem devagar, mas não dá. Nos primeiros km's fecho na casa de 05'30"/km, passa um filme na cabeça em relação a estratégia usada na maratona de São Paulo, aonde sai neste mesmo pace e quebrei no km 30. Penso positivo, nos treinos e na experiência da MSP. Mantenho a toada e a cada km vou ganhando alguns minutos em relação a meta. Perco 38" no "banheiro", mesmo assim a vantagem é boa e motivadora.

O povo assunceno é gentil, participativo, aplaude e grita FUERZA o tempo todo. O percurso considero difícil, vários sobes/desces e longas retas. Na verdade, depois de um zigue-zague pelo centro, se torna um enorme grampo, indo do centro até o aeroporto pelas das avenidas: Mcal. Lopéz, Elisa Lynch e Silvio Pettirossi e voltando pelo outro lado das mesmas. Na altura do 22 km, pouco antes do retorno, localiza-se a oponente sede da CONMEBOL.
Ao retornar, a cada km superado comemoro, principalmente ao passar inteiro, sem caimbrãs nem dores, pelo km 30. Até este momento eu estava feliz, animado. Já tinha realizado inúmeras ultrapassagens e não tinha sido ultrapassado por ninguém (não que isto seja o principal, mas motiva, e muito). Tinha uma margem de 1km pra perder nos últimos 12km's, sabia que o recorde pessoal viria e que a minha meta de 04:12:00 era factível. Já pensava na próxima maratona. Mas ao adentrar na longa Av. Marechal Lopéz, as subidas reapareceram e com ela um forte vento contra, proveniente do rio Paraná. Aí o cansaço começou a bater forte e nas subidas comecei a realizar um simples fartlek: três postes correndo, um andando. Pra piorar as placas de km's sumiram. Cravei 06:47 no km 36 e depois só fui cravar no km 39 com 19:53 de parcial. As placas do 40 e 41km também sumiram e fiquei sem referência, entrei em desespero ao perceber que corria o risco de não alcançar meu objetivo por falta de parâmetros. Pra minha sorte (e dos demais corredores) o último km era uma deliciosa descida.













Pouco antes de passar pelo pessoal que me esperava, consigo ver o relógio oficial no pórtico de chegada marcando 4 horas, 8 min e tantos segundos e me emociono. A Leiliane grita o meu nome e embalado, disparo, cruzo a linha de chegada sem acreditar direito na façanha. Não sabia se ria ou se chorava. Comemorei muito e até agora estou super feliz. Melhorei meu tempo em 0:26:22. Em relação as futuras possíveis maratonas pela América Latina nem quero pensar nisso agora. Agradeço a companhia dos amigos e parabenizo a bela estréia do Gerson nos 21k, o pódio da Vanderléia na categoria e os ótimos tempos da Solange e do Diego. Por fim, deixo um beijo grande para a minha namorada Leiliane pelo carinho e paciência comigo nesta jornada, principalmente nos pós-treinos longos. Viva el Paraguay !

Principais parciais:
10.000m - 0:58:24 - 05:50
15.000m - 1:27:20 - 05:49
21.000m - 2:01:19 - 05:47
30.000m - 2:53:10 - 05:46
35.000m - 3:23:12 - 05:48
42.195m - 4:09:07

Altimetria do Percurso

Tempo: 04:09:07 - Pace: 05:54 min/km
Recorde Pessoal Mundial na Maratona.
12º de 29º na categoria M25-29.

Avaliação da Prova: Percurso totalmente seguro, com altimetria interessante, porém bem difícil. Hidratação impecável: água e Powerade a cada 3km. Estrutura do evento organizada. Atendimento dos staffs atenciosos. Kit pré e pós prova recheados: camiseta Adidas ClimaCool estilizada, brindes, frutas, barras de cereal e CINCO hidrotônicos. Foi a 1ª. maratona do país e começaram muito bem. Há coisas para melhorar, como a exatidão da marcação dos km's e a dupla premiação no geral e na categoria. Mas de resto foi excelente, a melhor prova que fiz até agora. O povo paraguaio está de parabéns, surpreendeu, e muito, as minhas expectativas.

Nota final: 5,00
1 - péssimo, 2 - ruim, 3 -bom, 4 - ótimo, 5 - excelente

9 comentários:

Superpinguim disse...

Olá Michel!

Parabens pelo seu ótimo relato e pelo seu novo recorde mundial pessoal, aqui quem vos escreve é o Marcos Viana "Pinguim" que fotografou toda esta maratona correndo, todas fotos que fiz estão no site oficial da prova.

A Maratona del Bicentenário do Paraguai me fez lembrar da célebre frase do grande poeta Fernando Pessoa, que diz:

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"

E aprendemos que o povo de Assunção tem uma grande alma.

Quero retribuir a eles as dezenas de "Furzas" que disseram para todos os participantes da corrida.

"Fuerza Paraguay, e hasta la vista"

¡Saludos!

Anônimo disse...

Mi tudo foi muito lindo, a viajem o evento e o seu tempo , parabéns sempre acreditei que você ia fazer uma boa corrida...

Estou muito feliz com seu desempenho.

Beijinhos e vamos para próxima rs*

"Mucha Suerte y Fuerza "

Leili *.*

Gerson Narezzi disse...

Explendido seu resultado!!! Michel, Parabéns !!

Só de ver o percurso no dia seguinte quando voltavamos, me dá arrepio, maratona nem pensar!! quem sabe um dia, Agora meia to dentro qual vai ser a próxima??

abraços

Gerson Narezzi

Fábio Namiuti disse...

Grande Michel! Correu muito, meu amigo. Parabéns pelo sucesso obtido nessa prova, um grande resultado, que mostra que você leva sim o maior jeito pra coisa. Espero que aquele papo de no máximo meia daqui pra frente seja da boca pra fora. Contamos contigo já nos 31 km de Pinda. Fabio Matheus tá dentro, Toninho também. Integre o quarteto...

Abraço!

Fábio

Fabio Matheus disse...

Legal demais Michel!

Parabens pelo temporal que fez por lá, agora é só focar no sub4h. QUal a proxima?

Nos vemos domingo,

abraço,
Fabio

Orlando disse...

Que grande façanha em terras paraguaias hein amigo??Meu forte abraço e parabens pela excelente prova. Vc é um grande vencedor e mereceu esse grande resultado com um tempo muito bom !!!!

G.M. disse...

Michel,
Sensacional o que você fez !
Meus sinceros parabéns!
Maravilha, mesmo !
Você, e o Fábio Matheus, fazem maratonas em sub-3h30min, fácil, fácil.
Tem muito talento para a coisa, como o F.N. ressaltou.
Curta seu sucesso !
Você merece!
Ass.: Guilherme.

BALEIAS disse...

Olá Michel, Parabéns pelo belo resultado. Ando atrás desse tempo. Fechei em 4.29 em Assunção, numa festa maravilhosa como você ressaltou. Também a minha melhor maratona até hoje. Se no ano que vem tiver de novo estaremos no Hotel Chaco, nosso QG como você disse. Grande abraço. Miguel Delgado.

Jorge disse...

Amigão Michel sei que estou atrasado mais já te expliquei por email o que tem acontecido, cara eu viajei lendo o seu relato desta maratona do Paraguai, fascinante mesmo por ser a 1ª Maratona pelo que eu vi nas fotos e no vídeo foi bem organizada e que honra hein até o Presidente do Paraguai esteve na Maratona coisa chique demais, isso demonstra o quanto também as organizadoras do Brasil deve aprender com eles...Pelo que eu vi na foto o kit foi showww, parabéns meu amigo por mais uma façanha e aí voltou com a bolsa cheia do Paraguai fez muitas compras...rsss...To brincando é isso ae continue mantendo o foco.

Boa semana e bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com